Como funciona a mineração de Monero

Minerar Monero

Primeiro vamos recapitular: o que é exatamente a mineração de criptomoedas? Este é um processo matemático realizado por computadores que adicionam e confirmam as operações dentro do blockchain do Monero. São os mineradores que garantem a segurança da rede contra hackers ou instituições que desejam manipular os valores das transações.

O propósito fundamental da mineração é permitir aos nós da rede Monero alcançar um consenso seguro e inviolável. Entretanto, este também é o mecanismo usado para introduzir novos Moneros no sistema. Os mineradores recebem taxas e um subsídio em novas moedas criadas aproximadamente a cada 2 minutos. Se você possuir uma rede de computadores à sua disposição, ou energia elétrica a baixo custo, este processo pode ser muito lucrativo.

Mineração solo ou em grupo

Minerar é um processo estatístico: quanto mais potente o seu computador, mais chances você tem de resolver o bloco e receber a recompensa. Sabendo disso, a comunidade desenvolveu métodos para maximizar os lucros e garantir uma rentabilidade “estável”, que é alcançada com a mineração em grupo. Vejamos como cada tipo funciona:

  • No processo de mineração solo, você participa com a potência do seu computador e compete com os outros mineradores da rede Monero. Se você resolver o bloco, você recebe 100% da recompensa. Simples assim.
  • No processo de mineração em grupo (comumente chamado de pools), dezenas, centenas ou milhares de pessoas mineram juntas. A potência acumulada faz com que as chances de resolver o bloco aumentem drasticamente. Quando o bloco é resolvido, a recompensa é dividida proporcionalmente de acordo com a potência do computador de cada um. Ou seja, se uma pessoa colaborou no processo com um super servidor, ela receberá uma parte maior da recompensa do que outra que colaborou com um laptop antigo.

De forma sucinta, a mineração solo praticamente exige que você tenha acesso à supercomputadores para garantir um lucro estável. Se esse não for o caso, fazer parte de uma pool é a melhor opção, pois mesmo se o seu computador não é super potente, você receberá uma parte da recompensa baseado na sua participação.

Escolhendo uma pool

Para colaborar com a decentralização da rede, recomendamos fortemente que você não minere em pools gigantes. Suporte pools pequenas pois isso é importante para o projeto. Ao escolher uma pool considere alguns fatores como sua localização; qual porcentagem de taxas; quantidade de mineradores, etc. A comunidade reuniu uma lista com todas as pools por região que pode ser conferida no site Monero Pools.

Software para minerar Monero

Existem vários softwares disponíveis para o processo de mineração que funcionam em Windows, Linux e Mac OS X. O melhor software dependerá se você pretende minerar usando a CPU do seu computador, ou a GPU (placa de vídeo). Você pode ver a lista de softwares recomendados na página oficial do Projeto Monero.

Comunidade Brasileira de Mineradores Cryptonight

Uma iniciativa nacional e um excelente local para informações e recursos sobre mineração, o grupo de WhatsApp da Pool Tupi reúne um grupo de pessoas dispostas a ajudar quem quiser começar neste mundo. Esta pool minera a criptomoeda AEON, que é uma versão mais leve do Monero (semelhante ao Litecoin para o Bitcoin).

Outro grupo sobre assuntos gerais de mineração: Mineradores CryptoNight.

About Filipe

Filipe é um membro evangelista do Projeto Monero. Entusiasta do mundo das criptomoedas e da tecnologia Blockchain, ele é autor da maioria dos guias e escreve periodicamente para o site Monero Brasil.

View all posts by Filipe →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *